Ensaio de Gestantes: Dicas

Um dos momentos mais lindos na vida de uma mulher é quando ela está para ser mãe. Saber que tem uma vida dentro dela é algo para ser registrado, e mostrado para a posteridade.

http://farm2.static.flickr.com/1334/1126041001_b6674ceafe.jpg

Mas, fazer um ensaio de gestantes (que fuja do lugar-comum) não é das tarefas mais fáceis. Muitos insistem nas velhas fórmulas, poses tradicionais, tops e barrigas a mostra. Eu sempre tento fugir, em qualquer ensaio, do que já se vê na maioria dos books de grávidas.

A primeira dica que eu posso dar é: Não espere até os 45 do segundo tempo para fotografar. O bebê está prestes a nascer, acredito (pelo menos é o que eu ouço das futuras mamães) que seja um momento de desconforto. As dores pelo peso, o bebê começando a se ajeitar para sair, os quilos que ela ganhou nos últimos 9 meses… Tudo isso só servirá para ela olhar as fotos mais adiante e pensar “Nossa, como eu estava gorda!” A minha sugestão é fazer o ensaio com NO MÁXIMO sete meses, pois a barriga já está bem aparente, mas ainda não é aquela coisa absurdamente grande, desconfortável, que não é possível achar nenhuma posição que se possa relaxar.

Um clássico nas fotos de gestantes é o sapatinho. Com ele, é possível ser muito criativo, colocando em situações que mostrem o seu tamanho em relação ao “mundo” em que o bebê se tornará parte logo logo. Crie uma relação com outro objeto que seja de fácil identificação do tamanho, e que tenha um significado importante para a mãe e para o pai.

 

A família é algo importante neste momento. O apoio que o pai dará, ou, no caso de um irmãohttp://farm5.static.flickr.com/4117/4756488052_4a1160a077_z.jpg mais velho, não deixar que ele se sinta excluido. Fotografar momentos expontânos com eles apenas agregará ao ensaio. Sorrisos, brincadeiras, permitir que todos se soltem.

Quanto às roupas, o melhor é dar preferência para aquelas que realcem a gravidez, mas não deixem a mamãe com gara de “gordinha”. Roupas brancas caem bem. Na hora de fazer a da “barriga de fora” evite tops muito justos, que criarão marcas.

As locações, como sempre “prego”, devem ser as que tragam significado para a vida de quem está fotografando. Provavelmente aos sete meses de gravidez, o quarto do bebê já esteja pronto, e acaba se tornando um lugar “obrigatório” para algumas das fotos. Para os outros lugares, escolha aquelas que se sentir melhor.

E, use a criatividade. Veja outros ensaios de gestantes, decida o que gosta, e o que pode fugir do “comum”.